Make, Coisa e Tal - www.makecoisaetal.com.br
MODA
Terça - 27 de Maio de 2014 às 16:48
Por: Tina Szabados

    Imprimir


ATENÇÃO: Esse texto não é um publieditorial! Realmente amei a sapatilha e a loja e, por isso, resolvi compartilhar a informações com vocês, ok? :-)

Esses dias recebi por aqui uma sapatilha Julia Rossi, da loja 'Sua Sapatilha' e fiquei tão impressionada com a qualidade do produto e com a atenção da Débora (a proprietária da loja) que achei bacana compartilhar com vocês a informação para que vocês também conheçam =) A sapatilha enviada foi essa abaixo. Olha só que fofa!

O produto veio embalado nessa sacolinha cor de rosa e 'numa' caixinha para o transporte. A sacolinha é bacana porque não amassa o sapato e também pode ser utilizada depois para guardar sua sapatilha no armário depois. Como tem uma parte transparente, você pode ver o calçado que está dentro da sacolinha no armário, facilitando a identificação.  

Junto com a sapatinha, a Débora enviou um bilhetinho fofo e uma pulseira de mão muito diva (gente, chama 'pulseira de mão' porque é para ser usada na mão mesmo! Quando falei disso lá na fan page, 'teve' gente que foi capaz de fazer piadinha perguntando se "toda pulseira não é usada na mão..." As pulseiras convencionais são usadas no pulso. Fica a dica pra bonitona engraçadinha lá da fan page).



Muito lindinha, né? Olha como fica na mão!



Assim que retirei a sapatilha da sacolinha, fui logo fazendo o teste de flexibilidade. É que meu avô era designer de sapatos na década de 50. Ele olhava os pés de uma mulher e desenhava modelos exclusivos com base na moda da época e do formato dos pés da cliente. Depois, ele mesmo confeccionava o calçado... (Chique, né? Hoje em dia essa profissão - praticamente - não existe mais...) Pois bem, meu avô me ensinou que, para saber se um sapato é confortável e não se não irá machucar os pés, é necessário fazer o tal teste da flexibilidade - que consiste, basicamente, em 'dobrar' o sapato. Se ele não apresentar grande resistência e nem deformar após isso, pode levar pra casa que é confiável =)



Ao dobrar a sapatilha, nenhuma resistência - como é possível ver na foto.



Depois de aberta novamente, a sapatilha não deformou nem um pouquinho! Na foto, repare que a única coisa que denota que o sapato foi dobrado antes, são as 'ruguinhas' na palmilha



Não sei se sou eu que estou em uma fase azul (quase obcecada pela cor e escolhendo tudo em tons azulados) mas simplesmente amei o azul royal dessa sapatilha! O laço branco e azul na ponta, dá um ar super feminino e fofo ao calçado. Totalmente 'in love'!!! Olha como ela fica nos pés:



Gente, imaginem uma sapatilha fechada que não machuca e nem aperta nadinha os pés? Imaginaram? É essa aí! Fiquei muito surpresa! Depois que tive filhos, minha rotina diária, muitas vezes envolve ir para o escritório, sair de lá e comparecer a um evento, voltar para o escritório para editar as fotos do evento e começar a organizar as ideias do texto, buscar filho na escola no final da tarde, pegar o bebê na casa da avó e ainda ir jantar com o marido! Imagine tudo isso em um mesmo dia? O sapato tem que ser confortável para acompanhar todo esse oba-oba. Por isso, de um tempo pra cá, praticamente só uso sapatilhas e mocassins. Mas, de todas as sapatilhas e sapatos baixinhos que já usei, esse foi o mais confortável! Confesso que nos últimos dias meus looks têm se centrado no tom azul - só para usar a sapatilha! Hahaha!!! Tô precisando renovar meus calçados e já sei onde vai ser! Até porque o frete é grátis e o pagamento pode ser feito em até três vezes =) Bom, né?

Quem quiser conhecer a loja, é só clicar aqui

Sua Sapatilha no Facebook
Sua Sapatilha no Instagram

E então meninas, o que acharam do modelo dessa sapatilha? Vocês já conheciam a loja 'Sua Sapatilha'? 

Beijos!





Autor

Tina Szabados
contato@makecoisaetal.com.br

Tina Szabados - Jornalista por formação. Blogueira por acaso. Carioca, mãe de dois anjos azuis (TEA - Transtorno do Espectro Autista) e quarentona.

Comentários (pelo Facebook)

URL Fonte: http://www.makecoisaetal.com.br/noticia/135/visualizar/